sábado, 24 de outubro de 2015

Especial de Sábado

Ganhadores do Premio Nobel de Física

Borges e Nicolau
x
1918
Max Planck – "pelo desenvolvimento da física e descoberta dos quantum de energia".

iMax Karl Ernst Ludwig Planck (1858-1947), físico alemão
x
O físico alemão Max Planck apresentou, em 1900, um estudo teórico a respeito da emissão de radiação de um corpo negro, deduzindo a equação que estava plenamente em acordo com os resultados experimentais. "Para conseguir uma equação a qualquer custo", teve que considerar a existência, na superfície do corpo negro, de cargas elétricas oscilantes que emitem energia radiante não de modo contínuo, como sugere a teoria clássica, mas sim em porções descontínuas, "partículas" que transportam, cada qual, uma quantidade E bem definida. Essas “partículas” foram denominadas "fótons". A energia E de cada fóton é denominada quantum (no plural quanta).
O quantum E de energia radiante de frequência f é dado por: E = h.f, onde h é chamada constante de Planck.
A solução encontrada por Planck, ao resolver a questão do corpo negro, considerando que a energia é quantizada, permitiu explicar outros conceitos físicos a nível microscópico. Por isso, dezembro de 1900 é considerado um marco divisório entre a Física Clássica e a Física Quântica. Pela descoberta da quantização da energia, Planck recebeu, em 1918, o premio Nobel de Física.

Saiba mais. Clique aqui

Próximo Sábado: Ganhador do Premio Nobel de 1919:
Johannes Stark, pela descoberta do Efeito Doppler em Raios Canais e do espalhamento das linhas espectrais em campos elétricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário