sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Física Animada

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Caiu no vestibular

Pulando no colchão

UCSC – Universidade Municipal de São Caetano no Sul – Vestibular Medicina (Vunesp)
Uma criança de massa 25 kg brinca sobre um colchão de molas saltando a uma altura de 25 cm acima do nível do colchão. Quando ela cai no colchão, ocorre uma deformação até que a velocidade da criança caia a zero e, nesse momento, seis molas idênticas do colchão estão igualmente comprimidas de 5,0 cm cada uma. 



Considerando que no processo há conservação de energia mecânica e a aceleração gravitacional igual a 10 m/s2, a constante elástica das molas do colchão, em N/m, é igual a

(A) 7,50 × 10
3.
(B) 1,00 × 1
04.
(C) 5,00 ×
103.
(D) 2,50 × 1
04.
(E) 2,50 ×
103.

Resolução:

Pela conservação da energia mecânica, podemos escrever:

5kx2/2 = m.g.h => 5.k.(5,0.10-2)2/2 = 25.10.0,25 => k = 1,00.104 N/m

Resposta: (B)

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Pesquise & Responda


Por que as aves voam formando um “V”?

Resposta na quarta-feira, dia 4 de fevereiro.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Desafio de Mestre


Roda gigante
 
A London Eye é uma roda gigante situada à beira do Rio Tâmisa, em Londres. Seu diâmetro é igual a 135 m. Um turista, situado em uma cabine da roda gigante, marca o intervalo de tempo de 7,5 minutos, para percorrer um quarto de volta. Considerando a fase em que a roda gigante está realizando um movimento circular uniforme, determine o período do movimento, isto é o intervalo de tempo correspondente a uma volta completa. A seguir, calcule a velocidade angular da roda gigante e a velocidade linear do turista. 

Adote π = 3

Resolução na próxima terça-feira, dia 3 de fevereiro.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Dica do Blog

The Dark Side of the Moon - Pink Floyd 
Capa e contracapa


A capa do álbum da banda inglesa faz a decomposição da luz branca em um prisma. 
A contracapa faz a recomposição.

Clique aqui para ouvir a faixa Money. 

domingo, 25 de janeiro de 2015

Arte do Blog

Raionismo vermelho, 1911

Mikhail Larionov
  
Mikhail Larionov nasceu em 1881, em Tiraspol, perto de Odessa. Foi uma figura central na década anterior à I Guerra Mundial no surgimento da arte moderna na Rússia. Através de seus esforços de organização de espetáculos, bem como suas pinturas e as dos outros, a Rússia não só entrou no mainstream de desenvolvimentos contemporâneos, mas mudou-se para a vanguarda. A Rússia produziu um número extraordinário de artistas de gênio na virada do século, entre os quais podemos citar Goncharova, Kandinsky, El Lissitzky, Malevich e Larionov. O desenvolvimento social e tecnológico rápido naquele momento ocorreu em conjunto com uma reviravolta cultural igualmente rápida. A Rússia tinha sido um país de duas culturas a das massas, enraizada no folclore e nas tradições religiosas e outra, a da aristocracia, com base na imitação do gosto conservador da Europa Ocidental. Larionov e muitos de seus contemporâneos rejeitaram o passado e começaram um movimento associado com a modernidade.

  Barbeiro, 1917

A maior contribuição de Larionov foi o desenvolvimento de um novo estilo chamado Raionismo, uma das várias formas completamente abstratas ou não objetivas de expressão visual que estavam sendo explorados no momento. Em um ensaio de junho 1912, observou a base teórica deste estilo, que foi formalmente proposto em seu "Manifesto de Rayonists e futuristas" de 1913.

"Lluvia 1"

O Raionismo concentra-se nos raios de luz coloridos com a exclusão de todos os outros aspectos da percepção. O que os olhos veem são raios coloridos de luz que partem dos objetos e, radiantes, incidem nos olhos do observador. Essa ênfase na luz como elemento básico, dinâmico, cósmico, combina as forças do Raionismo com o Futurismo, que haviam atraído muita atenção na Rússia.
 
"No Boulevard 1"

Em 1915, Larionov deixou a Rússia e trabalhou com os Ballets Russes do proprietário Sergei Diaghilev em Paris.

Mikhail Larionov morreu em 10 de maio de 1964, em Fontenay-aux-Roses, França.

A Girl At The Hairdresser's

 Clique aqui

sábado, 24 de janeiro de 2015

Especial de Sábado

Um pouco da História da Física
Cientistas brasileiros

Borges e Nicolau

Olá pessoal. Já apresentamos breves biografias de Isaac Newton, Nicolau Copérnico, Galileu Galilei, Robert Hooke, Johannes Kepler, Arquimedes, Stevin, Torricelli, Pascal, Bernoulli, Fahrenheit, Celsius, Kelvin, Gauss, Joule, Carnot, Watt, Clapeyron, Clausius, Boltzmann, Coulomb, Ampère, Ohm, Pouillet, Volta, Wheatstone, Kirchhoff, Oersted, Faraday, Lenz, Tesla, Thomas Edison, Marconi, Roberto Landell de Moura, Maxwell, Röntgen, Rutherford, Bohr, Planck, Einstein, De Broglie, Heisenberg, Gell-Mann e Pierre Curie, Marie Curie, James Chadwick, Ernest Lawrence, Otto Hahn, Lise Meitner e Enrico Fermi. 
  
Cientistas brasileiros

Na semana passada apresentamos a biografia de Mario Schenberg. Hoje vamos falar um pouco de Paulus Aulus Pompéia. Aproveitamos para ressaltar a professores e alunos que é da maior importância ampliar as biografias e destacar fatos que apresentem dados interessantes da vida dessas pessoas notáveis que estamos mostrando. Aceitamos colaborações.


Para saber mais clique aqui.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Dica do Blog

Por falar em ondas...


Capa do álbum AM da banda Arctic Monkeys

Clique aqui para ouvir a faixa “Do I wanna know?”

Física Animada

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Caiu no vestibular

Lâmpadas de sinalização

UNIFAE (Vunesp)
Quando o motorista de um automóvel aciona os freios de seu carro, duas lâmpadas de alerta acendem na traseira do veículo, indicando a sua desaceleração. Cada uma dessas lâmpadas tem potência de 20 W e ambas são ligadas em paralelo à bateria do veículo.



Considere que esse veículo tenha feito uma viagem de 10 km de extensão com velocidade escalar média de 25 km/h e que, nesse percurso, o motorista tenha acionado os freios durante 20% do tempo de duração da viagem. É correto afirmar que, nessa viagem, a energia elétrica, em joules, fornecida pela bateria do veículo para acender as lâmpadas de freio foi igual a

(A) 14 400.
(B) 8 640.
(C) 2 880.
(D) 5 760.
(E) 11 520.


Resolução:

Intervalo de tempo de duração da viagem:

vm = Δs/Δt => 25 = 10/Δt => Δt = 0,40 h = 1440 s

Intervalo de tempo
ΔT em que o freio foi acionado:

ΔT = 20%.Δt => ΔT = 288 s

Energia elétrica fornecida pela bateria:


Eel = 2.P.ΔT => Eel = 2.20.288 => Eel = 11 520 J

Resposta: (E)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Experiências do Blog - Resolução

Lentes cilíndricas de água

Você pode realizar o seguinte experimento:

1. Desenhe uma seta horizontal em uma placa e disponha perpendicularmente a uma mesa.



2. Coloque um copo cilíndrico de vidro em frente da seta.



3. Encha o copo com água. Você obteve uma lente cilíndrica de água e imersa no ar. Observe que a seta inverte de sentido.



4. Repita o mesmo experimento, mas desenhe a seta para cima. Ao colocar o copo com água em frente da seta, ela muda de sentido, isto é, passa a apontar para baixo?

Faça o experimento e responda.
(Fonte: YouTube)

Resolução:



A lente cilíndrica vai produzir uma imagem real e invertida apenas na direção da seção transversal da lente.

Na direção da seção longitudinal, não há inversão alguma, como representa o esquema abaixo.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Desafio de Mestre - Resolução

Partícula eletrizada em campo magnético

Uma partícula eletrizada com carga elétrica q = 2,0 nC  (n: nano) e de massa 
m = 1,0.10-8 g, penetra com velocidade v = 1,0.103 m/s uma região do espaço onde existe um campo magnético uniforme de indução B = 1,0.102 T, penetrando no plano do papel.


A partícula descreve no campo uma semi circunferência.


a) em relação ao sistema de coordenadas xOy, determine as abscissas dos pontos A e C onde a trajetória intercepta a reta r indicada;


b) determine o ângulo
α que a velocidade v da partícula forma com a reta r, ao interceptá-la pela primeira vez (ponto A)
.
c) Qual é o intervalo de tempo decorrido entre as duas passagens, A e C, da partícula pela reta r?


Dados: sen 30° = 0,50; sen 37° = 0,60; sen 53° = 0,80; sen 60° = 0,86

Resolução:

a)
Inicialmente, pela regra da mão esquerda ou regra da mão direita nº 2, determinamos o sentido da força magnética que age na partícula, ao penetrar no campo. Esta força aponta para o centro da semi circunferência descrita. Para o cálculo do raio R da trajetória, vamos lembrar que a força magnética é a resultante centrípeta:


Fmag = Fcp => IqIvB = m.v2/R => R = mv/IqIB =>
R = (1,0.1011.1,0.103)/(2,0.10-9.1,0.102) => (10-1)/(2,0)m = 5,0 cm


Abscissa do ponto A: xA = 5,0 cm - 4,0 cm = 1,0 cm
Abscissa do ponto C:
xC = 5,0 cm + 4,0 cm = 9,0 cm
 

b) 
No triângulo indicado temos: sen α = 4,0/5,0 = 0,80 => α = 53°

c)
Δs = Δφ.R => Δs = 2.α.R => Δs = (106/180) rad.5,0.10-2 m
Mas Δs = v.Δt
Portanto: 1,0.103.Δt = 106/180.5,0.10-2 => Δt ≅ 2,9.10-5 s

Respostas:

a) xA = 1,0 cm e xC = 9,0 cm
b) α = 53°
c) Δt ≅ 2,9.10-5 s

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Curiosidades do Blog

O colorido das bolhas de sabão

A interferência da luz explica as diversas colorações observadas nas bolhas de sabão. A interferência entre os raios de luz refletidos nas faces superior e inferior da bolha produz as colorações. 




Uma mesma bolha apresenta diversas cores devido à variação da espessura de suas paredes. 
(Fonte: Os fundamentos da Física)

Clique aqui para assistir a um show com bolhas de sabão

domingo, 18 de janeiro de 2015

Arte do Blog

Sportsmen

Kazimir Malevich
  
Kazimir Severinovich Malevich nasceu em Kiev, em 12 de fevereiro de 1878. Foi um pintor abstrato soviético. Fez parte da vanguarda russa e foi o mentor do movimento conhecido como Suprematismo. Reconhecido como um dos precursores da arte abstrata geométrica. No início da carreira segue o estilo pós-impressionista, mas, por volta de 1912, compõe imagens de camponeses em estilo geométrico e pinturas de inspiração cubista.

  Girl with a Comb in Her Hair, 1933

Inaugura em 1913 o movimento suprematista, que leva a simplicidade para a arte geométrica. As pinturas dessa fase só são mostradas em 1915, em Moscou, onde produzem confusão entre o público sobre o que identificar como a parte de cima e a de baixo de determinada figura.

Suprematism

Kazimir dedica-se ao ensino e à construção de modelos tridimensionais, contribuindo com isso para o surgimento do construtivismo. Em 1922 muda-se para Leningrado, atual São Petersburgo. Vai a Berlim em 1927 para acompanhar a exposição de suas obras na escola Bauhaus.
 
Suprematism

No final da década de 20, retoma o figurativo, mas perde o apoio do sistema político soviético, que exige a conversão dos artistas ao realismo socialista.

Kazimir Malevich morreu em Leningrado, em 15 de maio de 1935, pobre e esquecido.


Composition with the Mona Lisa, 1914

 Clique aqui