domingo, 22 de janeiro de 2017

Arte do Blog

Huile toile sur - 1988

Pierre Soulages

Pierre Soulages nasceu em 24 de dezembro de 1919, em Rodez, Aveyron, França. Soulages também é conhecido como "o pintor do preto", devido ao seu interesse na cor "tanto como uma cor e uma não-cor. Quando a luz é refletida no preto, transforma e transmuta. Ela abre um campo mental próprio." Ele vê a luz como um material de trabalho; estrias da superfície preta de suas pinturas lhe permitem refletir a luz, fazendo com que que o preto saia da escuridão para o brilho, tornando-se assim uma cor luminosa.
 
Peinture - 1954

Antes da Segunda Guerra Mundial Soulages já tinha visitado museus em Paris buscando sua vocação e depois do serviço militar, em tempo de guerra, ele abriu um estúdio em Paris, realizando sua primeira exposição no Salon des Indépendants em 1947. Ele também trabalhou como designer de cenários. Em 1979, Pierre Soulages tornou-se membro honorário extrangeiro da academia americana das artes e das letras.
 
Lithographie nr.11 - 1963

A paixão que Soulages tem pelo preto começou muito antes de suas investigações com "Outrenoir", na idade de 60. A origem foi seu interesse pelo prehistórico e sua necessidade de recuar a algo mais puro, primal e deliberadamente despojado de qualquer outra conotação, diz ele sobre seu fascínio pela cor. "Durante milhares de anos os homens foram subterrâneos, no negro absoluto das grutas". "Eu fiz isso porque descobri que a luz refletida pela superfície preta suscita certas emoções em mim, que não são monocromáticas, o fato de que a luz pode vir da cor que supostamente é a ausência de luz já é bastante movente e é interessante ver como isso acontece".

Sérigraphie No. 18 - 1988

Soulages tornou-se o primeiro artista contemporâneo a ser mostrado no Museu de São Petersburgo Hermitage em 2001. Soulages atualmente vive e trabalha entre Paris e Sète. O artista doou 500 trabalhos ao Musée Soulages que abriu em sua cidade natal em 2014.

19 Mai - 1982

Clique aqui

sábado, 21 de janeiro de 2017

Especial de Sábado

Ganhadores do Premio Nobel de Física

Borges e Nicolau
x
1988
Leon M. Lederman, Melvin Schwartz e Jack Steinberger, pelo método do feixe de neutrinos, descoberta do múon neutrino e demonstração dos léptons dobrados.

Leon M. Lederman (1922), físico estadunidense; Melvin Schwartz (1932-2006), físico estadunidense;
Jack Steinberger (1921), físico alemão.

Leon M. Lederman é um Físico estadunidense nascido em 15 de julho de 1922, em Nova Iorque. Leon estudou na Columbia University e no City College of New York. Recebeu o Nobel de Física de 1988 - conjuntamente com Jack Steinberger e Melvin Schwartz -. pelo método do feixe de neutrinos, descoberta do múon neutrino e demonstração dos léptons dobrados. Além do Prêmio Nobel Leon recebeu outras láureas como o Prêmio Enrico Fermi, a Medalha Elliott Cresson e o Prêmio Wolf de Física.

Melvin Schwartz foi um físico estadunidense nascido em Nova Iorque em 2 de novembro de 1932. Compartilhou o Nobel de Física de 1988 com Leon Max Lederman e Jack Steinberger. Melvin cresceu em Nova Iorque na Grande Depressão e estudou na Bronx High School of Science. Melvin Schwartz faleceu em 28 de agosto de 2006, em Twin Falls.

Jack Steinberger, cujo nome de nascimento é Hans Jakob Steinberger, é um físico estadunidense nascido na Alemanha, em Bad Kissingen, em 25 de maio de 1921. Recebeu o Nobel de Física de 1988, juntamente com Leon Max Lederman e Melvin Schwartz. Jack estudou na Universidade de Chicago, na New Trier High School e no Instituto de Tecnologia de Illinois.

Saiba mais. Clique aqui, aqui e aqui

Próximo Sábado: Ganhadores do Premio Nobel de 1989: 
Norman F. Ramsey pela invenção do método de campos oscilatórios separados e seu uso na no maser de hidrogênio e em outros relógios atômicos. Hans G. Dehmelt e Wolfgang Paul pelo desenvolvimento da técnica de ion trap.

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Física Animada

Fora do ar...

Problemas técnicos

Olá amigos. Vocês já notaram que estivemos fora do ar desde o último sábado, dia 14.

A conexão com a Internet foi a responsável. De repente sumiu. E só retornou hoje, dia 20. 

Durante 6 dias esperamos que o serviço voltasse à normalidade. A concessionária alegou manutenção da rede. 

É preciso ressaltar que a postagem do Blog é feita em Ubatuba, em um bairro que é parte da Mata Atlântica, onde a conexão telefônica é antiga e nunca recebeu melhorias.

Quando foi feita a privatização dos serviços de telefonia ficou implícito nas obrigações das concessionárias que haveria investimentos na modernização da infraestrutura, já obsoleta nos anos da década de 1990. 

O serviço não foi feito e os usuários pagam pela inoperância. 

Pedimos, portanto, desculpas pela falha deles. 

Hoje voltamos a publicar e esperamos que vocês continuem nos prestigiando. 

Um grande abraço.

Borges e Nicolau

sábado, 14 de janeiro de 2017

Especial de Sábado

Ganhadores do Premio Nobel de Física

Borges e Nicolau
x
1987
J. Georg Bednorz e K. Alexander Müller pelos importantes avanços na descoberta de materiais cerâmicos supercondutores. 

J. Georg Bednorz (1950), físico alemão; K. Alexander Müller (1927), físico suíço

Johannes Georg Bednorz é um físico alemão nascido em Neuenkirchenem, Alemanha, em 16 de maio de 1950. Bednorz foi laureado com o Prêmio Nobel de Física de 1987 por seus trabalhos que redundaram em fundamentais avanços na descoberta de materiais cerâmicos supercondutores.

Karl Alexander Müller é um físico suíço nascido em 20 de abril de 1927 na cidade suíça de Basiléia. Müller recebeu o Prêmio Nobel de Física de 1987, junto com Johannes Georg Bednorz, por trabalhos que redundaram em fundamentais avanços na descoberta de materiais cerâmicos supercondutores.

Saiba mais. Clique aqui e aqui

Próximo Sábado: Ganhadores do Premio Nobel de 1988: 
Leon M. Lederman, Melvin Schwartz e Jack Steinberger, pelo método do feixe de neutrinos, descoberta do múon neutrino e demonstração dos léptons dobrados.